Novembro 2022

Cientistas da Universidade de Coimbra criam ferramentas inteligentes para ajudar a prevenir erros informáticos

2022-11-30T16:38:44+00:00

Um projeto liderado por Henrique Madeira, professor catedrático do Departamento de Engenharia Informática (DEI) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), demonstrou que é possível, através de ferramentas inteligentes, detetar se um programador está ou não a compreender o software que está a ler, verificar ou construir e, desta forma, ajudar a prevenir possíveis bugs (erros). O “Base – Biofeedback Augmented Software Engineering” é um projeto interdisciplinar que agrega investigadores de vários domínios científicos, designadamente neurociências, biomédica e inteligência artificial e engenharia de software. Da parte das neurociências, a equipa, coordenada pelo Professor Miguel Castelo Branco, procura identificar as zonas do cérebro envolvidas no erro humano no contexto de produção de software, tentando perceber, por exemplo, se existe um padrão de ativação cerebral quando se descobre um bug. Já o grupo de biomédica e inteligência artificial, coordenado pelo Professor Paulo de Carvalho, investiga processos não intrusivos [...]

Cientistas da Universidade de Coimbra criam ferramentas inteligentes para ajudar a prevenir erros informáticos2022-11-30T16:38:44+00:00

Doze livros de ciência para o Natal

2022-11-29T16:03:11+00:00

Com o Natal à porta, é tempo de sugerir livros de ciência para prendas de Natal. Escolhi uma1 dúzia doas obras mais recentes que saíram entre nós. A obra é a alfabética do apelido do autor. 1- João Paulo André, Irmãs de Prometeu, A Química no Feminino, Gradiva, com minha revisão científica O autor, professor de Química na Universidade do Minho, depois do seu sucesso na mesma editora Poções e Paixões. Química e Ópera, faz uma interessantíssima digressão pela história das mulheres não só na Química como, mais em geral, na ciência.  Raramente reconhecidas, elas têm uma longa presença na história da ciência. 2- Jorge Buescu, Amor, Matemática e Outros Portentos, Gradiva, com prefácio meu. Este é o sétimo livro do autor, professor de Matemática na Universidade de Lisboa, contendo interessantíssimas crónicas de Matemática na colecção «Ciência Aberta». Ele torna a matemática, ainda receada por muitos, ao alcance de todos. [...]

Doze livros de ciência para o Natal2022-11-29T16:03:11+00:00

Estudo coordenado pela Universidade de Coimbra sugere mudança de paradigma no tratamento da infeção pela bactéria Staphylococcus aureus

2022-11-28T14:12:11+00:00

Um novo estudo liderado por cientistas do Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra (CNC-UC), agora publicado na revista científica Nature Communications, revela que a bactéria Staphylococcus aureus (S. aureus) tem um estilo de vida intracelular (no interior da célula hospedeira) predominante, o que pode justificar a mudança dos critérios clínicos para escolha de antibióticos contra esta bactéria. A S. aureus é uma bactéria frequentemente encontrada na pele e nas fossas nasais de pessoas saudáveis. Contudo, pode provocar doenças que vão desde simples infeções na pele (abcessos, celulite) até infeções mais graves, como pneumonia, endocardite, bacteremia (infeção no sangue), entre outras. As bactérias multirresistentes a antibióticos são cada vez mais comuns, o que dificulta seriamente o tratamento de infeções bacterianas. A S. aureus é uma bactéria que apresenta resistência a diversos antibióticos e constitui atualmente a segunda causa mais comum de morte associada à resistência antimicrobiana a [...]

Estudo coordenado pela Universidade de Coimbra sugere mudança de paradigma no tratamento da infeção pela bactéria Staphylococcus aureus2022-11-28T14:12:11+00:00

Cuidados a ter com as redes sociais na Internet

2022-11-23T17:54:24+00:00

As redes sociais são hoje utilizadas pela esmagadora maioria dos internautas. Existem variados tipos e servem todo o género de propósitos, desde o mero entretenimento, passando pela comunicação, até ao estabelecimento de contactos profissionais. Nomes como Facebook, Twitter e LinkedIn fazem parte do vocabulário quotidiano do cidadão, que chega a passar várias horas por dia ligado a estes serviços da Internet. O conhecido adágio “informação é poder” nunca foi tão verdadeiro como na Era Digital. O volume de informação de que as redes sociais dispõem sobre os seus utilizadores é gigantesco. Pode assumir a forma de fotografias, vídeos e textos, bem como informação de relacionamentos entre utilizadores e dados que os identificam. Quase sempre, este manancial de informação é fornecido pelos próprios utilizadores, voluntariamente. Aliás, essa “partilha” é encorajada pelas regras das redes sociais e alimentada pelos seus utilizadores, ávidos de mais informação. Sendo a Internet um meio que nos [...]

Cuidados a ter com as redes sociais na Internet2022-11-23T17:54:24+00:00

Professor da Universidade do Minho lança livro sobre as mulheres na Química

2022-11-23T14:42:04+00:00

Sabia que só oito mulheres receberam o Prémio Nobel da Química, criado em 1901, e que nesse restrito grupo não está incluída, por exemplo, a alemã Lise Meitner, nomeada 48 vezes para o Nobel (19 delas para o da Química)? As contribuições femininas para a química mundial são destacadas dia 22 de Novembro no lançamento do livro “Irmãs de Prometeu”, de João Paulo André, professor da Escola de Ciências da Universidade do Minho. A obra é apresentada às 16h30, na biblioteca geral do campus de Gualtar, em Braga, pelos professores Carlos Fiolhais (Universidade de Coimbra) e Raquel Gonçalves-Maia (Universidade de Lisboa), sendo a entrada livre. A sessão tem apoio da Casa do Conhecimento da Universidade do Minho (UMinho) e vai ser transmitida online. O livro de 664 páginas é editado pela Gradiva. “A antiga opinião de as mulheres não se adequarem à investigação dificultou a sua caminhada, mas não obstou [...]

Professor da Universidade do Minho lança livro sobre as mulheres na Química2022-11-23T14:42:04+00:00

Antibióticos (Parte I): A natureza os deu, a natureza os levará?

2022-11-21T14:09:52+00:00

Os antibióticos foram uma das maiores conquistas da medicina. Além de permitirem curar infecções bacterianas adquiridas acidentalmente por diversas vias (água, alimentos, ar, etc.), os antibióticos vieram dar oportunidade de a medicina se tornar mais hábil no tratamento de muitas doenças. Sobretudo no campo da cirurgia, foi graças aos antibióticos possível realizar com segurança intervenções que antes teriam fracassado à mercê de uma simples infecção. É impossível sabermos hoje quantas vidas humanas foram salvas pelos antibióticos, mas, seguramente, foram muitos milhões. Quando o visionário químico Paul Ehrlich (Alemanha, 1854-1915) sonhou com a existência de balas mágicas, estava longe de imaginar que elas estavam tão perto, muito provavelmente no chão que pisava. O seu sonho era que existisse um produto que pudesse matar as bactérias sem beliscar as nossas células. Esse sonho levou-o a encontrar a cura para sífilis através do uso de uma substância sintética e até um pouco tóxica, [...]

Antibióticos (Parte I): A natureza os deu, a natureza os levará?2022-11-21T14:09:52+00:00

“Nem tudo o que vem à rede é… Fixe”

2022-11-18T11:46:51+00:00

A Associação ‘Bora Ambientar leva o projeto “Nem tudo o que vem à rede é... Fixe” a 20 escolas do país. Um provérbio popular, um trocadilho com a palavra inglesa “fish” e a urgência de um alerta. Foi a partir daqui que nasceu o nome do projeto “Nem tudo o que vem à rede é... Fixe”, com o qual a Associação ‘Bora Ambientar se estreia na sua missão de sensibilizar miúdos e graúdos para uma das maiores ameaças ambientais da atualidade: o lixo marinho. O dia 19 de novembro, que marca o arranque da Semana Europeia da Prevenção de Resíduos, será também a data de apresentação pública do projeto “Nem tudo o que vem à rede é... Fixe”, uma iniciativa de educação ambiental promovida pela nova Associação ‘Bora Ambientar em todo o país, durante todo o ano letivo. Entre as 10h e as 12h, caberá à Escola Básica de Manhente, [...]

“Nem tudo o que vem à rede é… Fixe”2022-11-18T11:46:51+00:00

Movimento climático em Portugal envolve 275 grupos

2022-11-18T10:42:21+00:00

Portugal tem 275 grupos a participar em ativismo climático. Desses grupos, 68 estão focados no tema, 105 incluem as alterações climáticas na sua área de ação, enquanto 102 apoiam algum tipo de ativismo climático, como subscrever um manifesto. As conclusões estão num estudo do projeto científico "JUSTFUTURES - Futuros Climáticos e Transformações Justas: Narrativas e Imaginários Políticos dos Jovens", coordenado por Anabela Carvalho, professora do Instituto de Ciências Sociais (ICS) da Universidade do Minho. O projeto tem ainda a participação de investigadores do ISCTE-IUL e da Universidade do Porto, sendo financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia. "Há efetivamente uma significativa mobilização da sociedade civil portuguesa para a questão candente das alterações climáticas", realça Anabela Carvalho. Acessível em justfutures.pt, o relatório identifica os grupos que participam em diferentes formas de ativismo climático no país, revelando a sua distribuição geográfica, bem como a sua tipologia, escala de ação, áreas [...]

Movimento climático em Portugal envolve 275 grupos2022-11-18T10:42:21+00:00

ESO obtém a imagem de uma fábrica de estrelas

2022-11-15T18:23:14+00:00

Nos últimos 60 anos o Observatório Europeu do Sul (ESO) tem permitido aos cientistas de todo o mundo descobrir os segredos do Universo. Assinalamos este marco com uma nova imagem de uma fábrica de estrelas, a Nebulosa do Cone, obtida com o Very Large Telescope (VLT) do ESO. No dia 5 de Outubro de 1962, cinco países assinaram a convenção que criou o ESO. Agora, seis décadas mais tarde e apoiado por 16 Estados Membros e parceiros estratégicos, o ESO junta cientistas e engenheiros do mundo inteiro para desenvolver e operar observatórios terrestres de vanguarda, no Chile, que nos ajudam a fazer descobertas astronómicas revolucionárias. Por ocasião do 60º aniversário do ESO divulgamos esta nova imagem da Nebulosa do Cone, capturada no início deste ano com um dos telescópios do ESO e seleccionada pelo pessoal do ESO. Esta iniciativa insere-se numa campanha que marca o 60º aniversário do ESO e [...]

ESO obtém a imagem de uma fábrica de estrelas2022-11-15T18:23:14+00:00

Investigadora da Universidade de Coimbra distinguida com Prémio Maria de Sousa

2022-11-14T12:38:23+00:00

Daniela Rodrigues, investigadora do Centro de Investigação em Antropologia e Saúde da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), é hoje distinguida com o Prémio Maria de Sousa, no valor de 30 mil euros, no âmbito do seu projeto UPSEE Health – Experiência sensorial dos espaços urbanos e o impacto na saúde. Segundo a investigadora, este projeto pretende «expandir a compreensão de como os jovens são expostos, experimentam e interagem com os lugares urbanos, e de como é que essa experiência se associa ao seu estilo de vida e à sua saúde». Para Daniela Rodrigues, ser uma das premiadas desta segunda edição do Prémio BIAL «significa não só um reconhecimento, por parte de colegas da área da Saúde, do trabalho que tenho desenvolvido nos últimos anos, nomeadamente sobre o papel do estilo de vida (ativo e sedentário) como determinante da obesidade infantil em Portugal, mas serve também [...]

Investigadora da Universidade de Coimbra distinguida com Prémio Maria de Sousa2022-11-14T12:38:23+00:00
Go to Top