Apimprensa Apimprensa

About Apimprensa Apimprensa

Este autor ainda não preencheu nenhum detalhe.
So far Apimprensa Apimprensa has created 40 blog entries.

Maio 2022

Convite Conferência Combater o Deserto de Noticias, Colégio da Trindade- UNIV.Coimbra

2022-05-11T19:07:37+00:00

Exmos. Senhores; A Associação Portuguesa de Imprensa tem a honra de convidar V.Exa. para a Conferência Combater o Deserto de Noticias, no próximo dia 12 de maio, pelas 11h00, no Colégio da Trindade (Universidade de Coimbra), Coimbra Inscrição aqui: https://forms.gle/9gGkNKhcFQBvWBkU8 Transmissão online: https://repensaraimprensa.apimprensa.pt/ +informações: https://repensaraimprensa.apimprensa.pt/ Com os melhores cumprimentos, Maria João Torroais

Convite Conferência Combater o Deserto de Noticias, Colégio da Trindade- UNIV.Coimbra2022-05-11T19:07:37+00:00

Estudo conclui que as crianças urbanas têm um grande desconhecimento sobre os ecossistemas aquáticos e a sua biodiversidade

2022-05-11T11:31:19+00:00

As crianças urbanas têm um grande desconhecimento sobre os ecossistemas aquáticos e a sua biodiversidade e medo de contacto com a natureza (água, terra, plantas, animais…), conclui um estudo liderado pela investigadora Maria João Feio, do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE) da Universidade de Coimbra (UC). O estudo centrou-se na avaliação do impacto de um projeto ambiental de continuidade com crianças entre os 6 e os 10 anos (1º ciclo) e foi realizado no âmbito do projeto CresceRio, que tem como objetivo educar as crianças para a importância dos ribeiros urbanos, da sua biodiversidade e serviços, e simultaneamente chamar a atenção da sociedade para a necessidade da sua recuperação. O projeto envolve uma equipa interdisciplinar de ecólogos, sociólogos e artistas da Universidade de Coimbra, da Universidade de Aveiro e da companhia de teatro Marionet. Neste trabalho em particular, a equipa avaliou o impacto de cinco atividades [...]

Estudo conclui que as crianças urbanas têm um grande desconhecimento sobre os ecossistemas aquáticos e a sua biodiversidade2022-05-11T11:31:19+00:00

Produção de mRNAs aplicáveis a várias doenças

2022-05-10T14:20:40+00:00

A Universidade da Beira Interior (UBI) integra um consórcio internacional criado para permitir a utilização de mRNA no tratamento de várias doenças. O projeto “Yscript - Yeast cell factory for mRNA bioproduction” envolve a UBI, através do Centro de Investigação em Ciências da Saúde, e instituições de cinco países para desenvolver um novo modelo de produção e de aplicação desta molécula que, nos últimos anos, mudou o paradigma da luta contra a COVID-19, ao nível do desenvolvimento de vacinas. Atualmente é considerada para uma vasta gama de aplicações terapêuticas, mas a tecnologia disponível para o fabrico de mRNA depende de um processo complexo e dispendioso, que limita a sua ampla produção, distribuição e aplicação. O consórcio Yscript visa estabelecer um processo específico de bioprodução em leveduras para desenvolver novas terapêuticas de inúmeras doenças. “Com a concretização do projeto Yscript pretende-se estabelecer uma plataforma integrada de produção e purificação de mRNA [...]

Produção de mRNAs aplicáveis a várias doenças2022-05-10T14:20:40+00:00

Investigadores reutilizam subproduto do biodiesel em rações para peixes de aquacultura

2022-05-09T11:24:49+00:00

Uma equipa de investigadores portugueses e franceses, liderada por Ivan Viegas, do Centro de Ecologia Funcional da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), testou, com sucesso, uma nova dieta para peixes de aquacultura, utilizando glicerol como ingrediente alternativo, que pode ajudar a solucionar um dos grandes desafios desta área de negócio. Atualmente, as rações comercializadas são demasiado dispendiosas e, muitas vezes, pouco sustentáveis, já que são produzidas à base de ingredientes de origem animal. Por isso, explica Ivan Viegas, torna-se urgente encontrar «ingredientes alternativos cujo conteúdo nutricional e energético, mas também a sua pegada ecológica, garantam uma produção mais rentável, segura, sustentável e resultando num produto final nutritivo. Neste contexto, o desenvolvimento de rações para aquacultura deve apostar no aproveitamento de subprodutos de outras indústrias, com base na reutilização, recuperação e reaproveitamento de nutrientes como postulado no princípio da economia circular». O projeto, que, além da [...]

Investigadores reutilizam subproduto do biodiesel em rações para peixes de aquacultura2022-05-09T11:24:49+00:00

Descobertas alterações cognitivas provocadas por variante genética ligada à deficiência intelectual

2022-05-06T10:53:38+00:00

Um estudo realizado por neurocientistas da Universidade de Coimbra (UC) revela capacidades cognitivas e comportamento social alterados em murganhos que expressam uma mutação genética relacionada com deficiência intelectual. A deficiência intelectual resulta de alterações no neurodesenvolvimento e caracteriza-se por uma função intelectual comprometida, bem como por alterações na comunicação e nas capacidades sociais. Existem em Portugal várias instituições que desenvolvem a sua ação no âmbito da habilitação e integração da pessoa com deficiência intelectual, grande parte delas associadas à HUMANITAS – Federação Portuguesa para a Deficiência Mental. Este distúrbio do neurodesenvolvimento pode ter várias causas, entre as quais genéticas e/ou ambientais, sendo pouco conhecidos os mecanismos biológicos que originam as alterações cognitivas, comportamentais e sociais destas pessoas. Desvendar estes mecanismos é essencial para desenhar estratégias terapêuticas e reabilitativas, sempre que estas surjam como necessárias. Alterações genéticas associadas a distúrbios do neurodesenvolvimento, como a deficiência intelectual, são frequentemente encontradas em genes [...]

Descobertas alterações cognitivas provocadas por variante genética ligada à deficiência intelectual2022-05-06T10:53:38+00:00

O que é a ciência polar?

2022-05-05T14:47:44+00:00

Numa frase simples: é toda a ciência que é feita nas regiões polares, no Ártico (que inclui o Pólo Norte) e a Antártida (que inclui o Pólo Sul). Nas regiões polares a ciência é feita numa grande variedade de áreas, desde a oceanografia, à biologia, à astronomia, à medicina, entre muitas outras, cujas respostas poderão ser úteis à sociedade. E Portugal tem estado envolvido em muitas delas... Existem particularidades interessantes nestas regiões mais frias do planeta: ambas possuem grandes quantidades de gelo, possuem animais enigmáticos (ursos polares no Ártico e pinguins na Antártida) e ambas têm um papel importante quanto ao aumento do nível do mar devido ao degelo (se partes das regiões polares derretessem teríamos um aumento significativo do nível do mar (certamente > 5 metros). Existem também diferenças evidentes entre as regiões polares, tais como: o Ártico é um oceano congelado enquanto a Antártida é um continente rodeado [...]

O que é a ciência polar?2022-05-05T14:47:44+00:00

Informação oculta

2022-05-05T08:14:53+00:00

Por Júlio Roldão*     Nas Ciências da Educação fala-se, muitas vezes, de currículos ocultos, conceito que se entenderá bem reflectindo numa opinião do conhecido pedagogo Miguel A. Zabalza, para quem se aprende mais nos intervalos das aulas do que nas aulas. Esta aprendizagem dos intervalos das aulas é um dos clássicos pilares desse universo dos currículos ocultos, um universo cheio de espaços informais que formatam jovens e adultos, transversalmente. Também na comunicação há zonas que, por analogia, poderíamos classificar de ocultas, embora, em boa verdade, não o sejam – são apenas zonas dos discursos informativos onde as informações passam despercebidas como dados adquiridos e inquestionáveis. Acontece que tais informações podem ser, e às vezes são, discutíveis ou até informações não confirmadas, com a agravante de poderem passar por verdades absolutas e inquestionáveis e, nesta circunstância, por verdades que se instalam sem dificuldade. Se isto acontece (e já tem acontecido) [...]

Informação oculta2022-05-05T08:14:53+00:00

MORfood, o projeto que quer ajudar a combater a má nutrição no mundo

2022-05-04T15:27:06+00:00

Combater a desnutrição infantil em países em vias de desenvolvimento é o grande objetivo do projeto “MORfood - Microencapsulação de extratos de Moringa oleifera e sua aplicação em alimentos funcionais”, liderado pelo investigador Licínio Ferreira, da Universidade de Coimbra (UC). O projeto, com a duração de três anos, tem um financiamento de cerca de 230 mil euros, atribuído pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) e pela Aga Khan, uma fundação que apoia projetos nos domínios da saúde e educação, nomeadamente o desenvolvimento científico e tecnológico dirigido ao progresso da qualidade de vida no continente africano. Além da equipa da Universidade de Coimbra, através da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCTUC), da Faculdade de Farmácia (FFUC) e da PRODEQ - Associação sem fins lucrativos do Departamento de Engenharia Química (DEQ) da FCTUC, também participam no projeto investigadores da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) e da [...]

MORfood, o projeto que quer ajudar a combater a má nutrição no mundo2022-05-04T15:27:06+00:00

O ozono pode estar a aquecer o planeta mais do que imaginamos

2022-05-04T08:37:03+00:00

O ozono é criado na camada superior da atmosfera pela interacção entre as moléculas de oxigénio e a radiação ultra violeta do sol. Na atmosfera inferior, o ozono forma-se devido a reacções químicas entre poluentes como fumos de escape de veículos e outras emissões. Um novo estudo revelou que as alterações dos níveis de ozono na atmosfera superior e inferior foram responsáveis por quase um terço do aquecimento observado nas águas oceânicas que banham a Antárctida na segunda metade do século XX. O aquecimento profundo e rápido no oceano Sul afecta o seu papel como uma das principais regiões para absorver o excesso de calor à medida que o planeta aquece. A maior parte deste aquecimento foi resultado do aumento da camada de ozono na baixa atmosfera. O ozono já é perigoso como poluente, mas a investigação realizada mostra que também pode desempenhar um papel significativo no evoluir das alterações [...]

O ozono pode estar a aquecer o planeta mais do que imaginamos2022-05-04T08:37:03+00:00

O céu de maio de 2022

2022-05-02T13:20:22+00:00

Ao início da segunda noite do mês iremos assistir ao ocaso da Lua junto ao planeta Mercúrio. Nesta altura do ano voltamos a cruzar-nos com as pequenas rochas e poeiras perdidas pelo cometa Haley, as quais parecerm surgir de uma parte do céu (o radiante) muito próxima da estrela Eta da constelação do Aquario. O pico da chuva de estrelas Eta Aquáridas irá ocorrer na madrugada de dia 5 sendo de contar, em condições de observação ideais, até três dezenas de meteoros por hora. O quarto crescente terá lugar na madrugada de dia 9, enquanto que a Lua Cheia dar-se-á pelas cinco horas e um quarto de dia 16. Como esta última efeméride irá suceder na zona da umbra da terra (região donde a luz do Sol é completamente tapada pelo nosso planeta) haverá lugar a um eclipse lunar total. No entanto, como esta efeméride terá início pelas duas horas [...]

O céu de maio de 20222022-05-02T13:20:22+00:00
Go to Top