Posição conjunta - Direitos de Autor

Publicada há 2 meses atrás (Quarta-feira, 22 de Agosto de 2018)

Decorreu hoje na Casa da Imprensa uma declaração pública da posição conjunta da indústria criativa portuguesa sobre a Diretiva de Direitos de Autor no Mercado Único Digital. Estiveram representadas as entidades signatárias, assim como alguns dos mais reputados autores e artistas nacionais, solidários com esta causa desde o primeiro momento e que juntam a sua voz a largas centenas de milhares de criadores da Europa inteira e do mundo.

No próximo dia 12 o Parlamento Europeu terá a oportunidade histórica de pôr cobro a uma situação inaceitável que determina uma total inversão da cadeia de valor entre os criadores de cultura e as plataformas.

Este é um momento-chave para a Europa. A União Europeia terá nas suas mãos assegurar a importância que a cultura tem no Mercado Único Digital. É em nome de centenas de milhares de autores, produtores de música e de audiovisual, portugueses e estrangeiros, e de centenas de empresas jornalísticas e meios de comunicação social nacionais e regionais, que as entidades signatárias apelam aos eurodeputados portugueses.

Queremos que a UE continue a ser sinónimo de um espaço democrático que preza a liberdade de expressão e informação assim como os valores culturais e criativos.

Lisboa, 22 de Agosto de 2018

SPA – Sociedade Portuguesa de Autores
GEDIPE – Associação para a Gestão Coletiva de Direitos de Autor e de Produtores Cinematográficos e Audiovisuais
FEVIP - Associação Portuguesa de Defesa de Obras Audiovisuais
AFP – Associação Fonográfica Portuguesa
AMAEI – Associação de Músicos, Artistas e Editoras Independentes
AUDIOGEST – Associação para a Gestão e Distribuição de Direitos
API – Associação Portuguesa de Imprensa
VISAPRESS – Gestão de Conteúdos dos Media, CRL.
PMP – Plataforma dos Media Privados