3 de Maio: “Espíritos críticos para tempos críticos” é o tema do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa

Publicada há 6 meses atrás (Quarta-feira, 03 de Maio de 2017)
http://https://youtu.be/ffrOzsgMgC4

“Espíritos críticos para tempos críticos: o papel dos media na promoção de sociedades pacíficas, justas e inclusivas” – eis o tema do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa 2017, que se assinala a 3 de Maio, e que este ano está a ser assinalado com Jornadas que decorrem em Jacarta, capital da Indonésia, de 1 a 4 de Maio.
O programa desta Jornadas de 4 dias pretende destacar a importância de um jornalismo livre e que se apoie nos factos para promover a paz, a justiça e sustentar a eficácia, a responsabilidade e o carácter inclusivo das instituições, de acordo com o “Objectivo de desenvolvimento durável n.º 16”, adoptado pelas Nações Unidas. As Jornadas são organizadas pelo Governo da Indonésia e pelo Conselho de Imprensa indonésio.
As celebrações do dia 3 de Maio serão abertas pelo Vice-Presidente da Indonésia, Jusuf Kalla, e pela Directora Geral da UNESCO, Irina Bokova. A sessão plenária terá como tema “A qualidade do Jornalismo: um bem público para as sociedades justas, pacíficas e inclusivas”. Para além disso, haverá seis sessões paralelas, em que serão abordados temas relacionados com a liberdade de informação.
Na noite do dia 3 de Maio, e numa cerimónia organizada pelo Presidente da Indonésia, Joko Widodo, Irina Bukova entregará o “Prémio Mundial da Liberdade de Imprensa UNESCO / Gillermo Cano”, com que este ano foi distinguido o jornalista Dawit Isaak, da Eritreia, que está preso, e que por isso será representado na cerimónia pela sua filha Bethelem Isaak.
Na manhã do dia 4 de Maio haverá uma segunda sessão plenária versando o jornalismo de investigação, seguindo-se seis sessões paralelas dedicadas às “fake news”, à segurança dos jornalistas e à universalidade na internet.
A liberdade artística, um princípio inscrito na Convenção da UNESCO sobre a protecção e a promoção da diversidade das expressões culturais, será abordada em três sessões que decorrem nos dias 2 e 4 de Maio.
Entre os intervenientes nestas jornadas contam-se José Ramos Horta, ex-Presidente de Timor-Leste e distinguido com o Prémio Nobel da Paz, Richard Gingras, Vice-Presidente das notícias na Google, e Oscar Cantu Murguia, jornalista do jornal mexicano “Norte”, que cessou a publicação na sequência do assassinato da sua jornalista Miroslava Breach.

Acima vai o link para a mensagem do Secretário Geral da ONU, António Guterres, a propósito do Dia Mundial da Liberdade de Imorensa 2017.